SENADOR REQUIÃO DIZ QUE VAI RESPONDER PEDIDO DE EXPULSÃO DO PMDB E PEDIR A EXPULSÃO DE EDUARDO CUNHA E O AFASTAMENTO DE ROMERO JUCÁ

Plenário do Senado

O senador Roberto Requião respondeu sobre o pedido de sua expulsão feito junto à Executiva Nacional do PMDB, após receber, nesta quarta-feira (16), a intimação que lhe deu quinze dias para responder o pedido formulado pela Juventude do PMDB. Requião também pede que o partido realize convenção nacional para definir posições e informa que vai entrar com pedidos de expulsão do ex-deputado Eduardo Cunha e de afastamento do senador Romero Jucá.

Querem me expulsar do PMDB.
Quem quer? Porque?
Vai aqui minha posição. Falo,faço e sustento.

Publicado por Roberto Requião em Quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Já no início o senador ironiza: “E que juventude nós temos agora!” E lembrou o filósofo Ortega y Gasset. “Juventude que não é rebelde é servidão precoce”, disse. Para, em seguida, comentar os argumentos da intimação que dizem que o senador está agindo em desconformidade com as teses do partido.

“Ninguém mais do que eu defende os princípios do velho e verdadeiro PMDB de guerra”, respondeu Requião. “Defendo os princípios do nosso Ulysses Guimarães, da Constituição Cidadã de 1988. Que é o nosso Pacto de Moncloa. Os princípios do PMDB que foram discutidos, votados e aprovados em convenção nacional são os contidos no documento ‘Esperança e Mudança’, que é nacionalista e desenvolvimentistas. Sou do velho PMDB dos princípios do velho Ulysses, do PMDB que é o partido que não rouba e não deixa roubar e que põe na cadeia que rouba.”

CONVENÇÃO NACIONAL
“Não está na hora de discutirmos o PMDB numa convenção nacional. Vamos decidir se somos nacionalistas, da Constituição Cidadã ou desses da ponte pro futuro e desses das tornozeleiras e da popularidade de 1%. Vamos definir isso ou vamos acabar”.