SENADORES REQUIÃO E GLEISI DIZEM QUE “NÃO HÁ CONCILIAÇÃO COM RODRIGO MAIA” NA PRESIDÊNCIA

req frente

O senador Roberto Requião participou, neste sábado (8), em Curitiba, do evento de lançamento de Frente Suprapartidária por Eleições Diretas, que reuniu representantes do PMDB-PR, do PT-PR, da Central Única dos Trabalhadores (CUT-PR), da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), do PSOL, da Força Sindical, da Frente Brasil Popular e do PDT.

Os senadores Roberto Requião (PMDB-PR) e Gleisi Hoffmann (PT-PR) reforçaram a rejeição do presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (PMDB-RJ) como substituto de Michel Temer (PMDB), caso este seja removido da Presidência da República.

“Não há condição de conciliação. Temer e Maia são exatamente a mesma coisa. Esse Congresso só vai se mexer se houver uma grande mobilização popular”, completou o senador Requião.

Para Requião, os golpistas retomam a teoria da dependência: que o país está esgotado, e só pode ir para a frente com a entrega do comando para economias mais desenvolvidas.

“Eles propõem uma nova recolocação do Brasil na organização mundial do trabalho: Brasil, seleiro do Mundo, com venda de terras indiscriminada para qualquer estrangeiro e com a semi-escravização do trabalho, a gosto dos investidores do grande capital norte americano”, disse Requião.

 

* Com informações da Agência PT de Notícias.