CPI DA INDÚSTRIA DO ATESTADO MÉDICO INICIA SEUS TRABALHOS NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

anibele

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que pretende apurar irregularidades no fornecimento de atestados médicos na rede pública e privada de saúde do Paraná foi instalada na manhã desta quarta-feira (24). Os deputados Anibelli Neto (PMDB) e Rubens Recalcatti (PSD) serão respectivamente o presidente e o relator da comissão. Integram ainda a CPI, como membros titulares, os deputados Mauro Moraes (PSDB), Cristina Silvestri (PPS), Felipe Francischini (SD), Stephanes Junior (PSB) e Luís Corti (PSC).

 

A partir de agora será a elaboração um cronograma de trabalho da comissão. Presidente e relator deverão já na próxima semana traçar o plano de atuação da CPI, que será encaminhado como sugestão aos demais membros. “Hoje instalamos a nossa CPI, definindo a presidência e a relatoria e já definiremos nos próximos dias uma estratégia de funcionamento das reuniões. Entendo que este assunto é muito importante e precisa ser verificado com profundidade”, afirmou Anibelli Neto.

 

O prazo de funcionamento da CPI, conforme o parágrafo 3º do art. 68 do Regimento Interno da Assembleia Legislativa, é de 120 dias, prorrogáveis uma única vez por até mais 60 dias.

 

Confira a notícia no site da Alep aqui.