AUDIÊNCIA PÚBLICA REÚNE QUASE MIL PESSOAS NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA PARA DIZER “NÃO” À PEC DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

eforma - fio req pain

Representantes de centrais sindicais, lideranças políticas e até religiosas, ecoaram pelos quatro cantos do plenário da Assembleia Legislativa do Paraná nesta sexta-feira (31) que são contrários à Reforma da Previdência do Governo Federal. O encontro fez barulho e reuniu quase mil participantes no debate da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que corre o risco de não atingir os votos necessários para ser aprovada em Brasília. O deputado estadual Requião Filho (PMDB) organizou a Audiência Pública.

“É um assunto que afeta a vida de todos os brasileiros. A reforma é necessária, mas não da forma como está aí, retirando direitos dos trabalhadores. Não é justo com quem começou a contribuir mais cedo, nem com as mulheres ou os homens do campo. Ficamos felizes com o posicionamento popular, com o que foi apresentado aqui hoje e saímos confiantes de que, do jeito como está, não vai passar pelo Congresso Nacional. A população não vai deixar”.

Os Senadores Roberto Requião (PMDB-PR), Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Paulo Paim (PT-RS), além do ex-ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, fizeram discursos efusivos e defenderam a derrubada do atual texto da PEC da Reforma da Previdência.

O Senador Roberto Requião Requião garantiu que, do jeito que está, a reforma não vai passar no Congresso. “O que se pretende dentro dessa proposta de Estado mínimo é entregar a previdência pública para o capital financeiro, para os grandes bancos nacionais e internacionais. Mas essa proposta já deu com os burros n’água. No Congresso Nacional não passa mais.

Confira a declaração completa no vídeo:

O Senador Paulo Paim (PT-RS) fez duras críticas ao projeto e questionou o cálculo apresentado pelo governo para justificar a nova idade mínima para receber a aposentadoria.

Confira no vídeo abaixo:

NA ÍNTEGRA

Assista ao vídeo completo da Audiência Pública, gravado pela TV Assembleia: