AUDIÊNCIA DEBATE PLANTIO DA SAFRINHA DE SOJA NO PARANÁ

safrinha

Este foi o tema da Audiência Pública realizada no Plenarinho da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná na manhã de terça feira (14/03), proposta pelo Deputado Estadual Anibelli Neto, líder do Bloco Parlamentar da Agricultura Familiar. A audiência trouxe para o debate Agricultores em sua maioria do Sudoeste do Paraná, técnicos, pesquisadores e representantes de instituições públicas e entidades de classe.
O plantio da Soja
A proibição do plantio de soja safrinha na temporada 2016/17, através da portaria nº 193 da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), órgão ligado à Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento (SEAB), que estabelece o período de semeadura e colheita da oleaginosa no estado, medida semelhante à de vigência em Mato Grosso e Goiás.
O calendário estabelece o período de semeadura entre 16 de setembro e 31 de dezembro, enquanto o prazo para colheita e/ou interrupção do ciclo será 15 de maio, quando todas as áreas precisam estar colhidas e/ou as plantas dessecadas. Desta data até 15 de setembro ocorre o vazio sanitário, período de ausência de plantas vivas nas lavouras para precaução da “Ferrugem Asiática”.
Impasse
Os agricultores e representantes do Sudoeste do Paraná alegaram que precisam de uma flexibilidade nas normas, considerando que as condições climáticas são favoráveis para o plantio na região e por fazerem divisa seca com o estado de Santa Catarina, onde é liberado o plantio.
A Audiência Publica contou com a presença de 14 deputados, e representantes de vários Orgãos e entidades relacionados à agricultura e de uma representação numerosa de Agricultores do Sudoeste, o presidente da Adapar Inácio Afonso Kroetz e demais funcionários, com demais lideranças e autoridades, usaram da fala mais de 29 pessoas que descreveram sobre o tema, o presidente da Adapar Dr. Inacio encaminhou que esta sendo feito um estudo na região até o final desta safra e que futuramente se decidira uma possível liberação.
Anibelli Neto
O deputado Anibelli acredita que após a audiência os 2 lados entenderam que deve se existir um avanço, após o plantio deste período de Soja Safrinha deve haver mudanças no calendário para flexibilizar a data para do Plantio da Soja Safrinha próxima, garantindo há milhares de agricultores os beneficiados com aquilo que é de mais justo o direito de plantar e colher.