GOVERNADOR BETO RICHA PRATICOU MAIS UM ESTELIONATO ELEITORAL, AFIRMA NEREU MOURA

nereu moura0106

O deputado Nereu Moura, líder do PMDB, lamentou a atitude do governador Beto Richa (PSDB), de enviar à Assembleia Legislativa, um projeto de lei suspendendo o reajuste salarial do funcionalismo público estadual, conforme acordo firmado no ano passado, encerrando a greve da categoria. “Esse é o famoso estelionato eleitoral! No primeiro dia após a eleição, começa a praticar maldades!”, denunciou o parlamentar.

Nereu Moura comparou a iniciativa de Beto Richa hoje, exatamente como fez em 2014, quando se reelegeu no primeiro turno. “Quando mandou um pacote de maldades aumentando o IPVA em 40%, o ICMS em 50% as tarifas de água e luz, que sofreram reajustes muito acima da inflação”, denunciou.

“Porque não fez isso antes da eleição?”, indagou o líder peemedebista. “Sabia que seus candidatos iriam perder votos!”, respondeu. Para Nereu Moura, atitudes e ações como esta é que levam à população desacreditar nos políticos. “É por isso que quase 30% da população deixou de votar na eleição, no dia de ontem (domingo (02 de outubro)!. Atitude mesquinha e vergonhosa”, concluiu.

O projeto enviado pelo governo Beto Richa, que seria parte de uma nova fase do “ajuste fiscal”, provou a revolta de entidades de servidores públicos estaduais, que cogitam inclusive uma greve geral. A proposta de Richa prevê que a data-base dos servidores só será quitada depois de implantadas e pagas todas as promoções e progressões devidas ao funcionalismo. (Assessoria Nereu Moura)