FRENTE PARLAMENTAR QUER QUE TODAS AS AÇÕES RELATIVAS AO PEDÁGIO PASSEM PELA ALEP

bier pedagio

A Frente Parlamentar Contra a Renovação dos Contratos de Pedágio quer que todas as discussões que envolvam os contratos em execução e os novos contratos dos pedágios passem, obrigatoriamente, pelo Legislativo Estadual. “Esta é uma discussão que cabe aos deputados, que estão mais próximos à população e que são os representantes do povo. Para isso, nada mais justo, que as decisões não sejam tomadas de cima para baixo, apenas pelas concessionárias e pelos governos do Estado e Federal. São discussões que precisam ter a participação de todas as entidades organizadas, setores produtivos e, principalmente, da população”, explica o deputado Ademir Bier, coordenador da Frente Parlamentar.
Durante o evento desta segunda, 18 deputados assinaram um requerimento que quer a inclusão na Ordem do Dia do Projeto de Lei Complementar 02/2015, de autoria dos deputados Tercílio Turini e Douglas Fabrício, que determinam o envio para discussão da Assembleia Legislativa de todos os assuntos relacionados ao pedágio. “Estes projetos já passaram por todas as comissões desta Casa e só queremos que eles sejam incluídos na Ordem do Dia, para que possam ser votados”, destaca Ademir Bier.
Os deputados também assinaram um requerimento de autoria do deputado Paranhos, que também já passou por todas as comissões da Casa, e que prevê a realização de um plebiscito popular para que a população do Estado defina se quer ou não a renovação dos atuais contratos de concessão.
O lançamento da Frente Parlamentar contou com a presença do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP), Edson Campagnolo, que reiterou o apoio da entidade no trabalho dos deputados. “Os atuais valores cobrados pelo pedágio nas rodovias paranaenses é lesivo à economia paranaense. É necessário que a sociedade civil organizada participe dessa discussão, pois o momento de mudarmos isso é agora”, enfatizou Campagnollo.
Paulo Montes Luz, diretor de Operações do DER, apresentou uma planilha de acompanhamento das obras das concessionárias nas rodovias do Estado. Os números causaram preocupação em todos os presentes. De acordo com o levantamento do DER, desde o início das concessões, em novembro de 1997, até o momento, 40% das obras estipuladas foram executadas. De acordo com Paulo Montes, outros 20% estão em execução e 40% ainda não foram iniciadas.
O lançamento da Frente Parlamentar contou com a presença dos deputados estaduais Ademir Bier, Tercílio Turini, Nelson Luersen, Péricles de Mello, Paranhos, Requião Filho, José Roberto Schiavinatto, Anibeli Neto, Cobra Repórter, Evandro Araújo, Guto Silva, Nereu Moura, , Márcio Pauliki, Adelino Ribeiro, Chico Brasileiro, Márcio Pacheco e Professor Lemos. A Câmara Federal foi representada pelolíder da bancada, deputado federal Toniho Wandscheer. O evento contou ainda com representantes de sindicatos, vereadores e movimento organizados.
AUDIÊNCIA PÚBLICA
Na próxima segunda feira (23), a Frente Parlamentar se reúne com entidades organizadas e com a população de Ponta Grossa, em uma Audiência Pública. O evento será realizado às 19h30, na sede da Associação Comercial e Industrial de Ponta Grossa (ACIPG). “Esta é a primeira de uma série de audiências públicas que vamos realizar com a população do nosso Estado. Estamos ampliando a discussão e levando para a população participar de forma mais ativa”, finaliza Ademir Bier.