REQUIÃO FILHO DEFENDE LIBERDADE DE IMPRENSA EM DISCURSO NA ASSEMBLEIA

Requiao Filho_ALEP

O deputado estadual Requião Filho subiu à tribuna na tarde desta terça-feira para defender a liberdade de imprensa e os direitos dos profissionais do jornalismo investigativo. Ele lembrou o caso do jornalista James Alberti que, desde abril deste ano, vive exilado após ameaça de morte sofrida durante investigações que denunciaram pedófilos e um grande esquema de corrupção na Receita Estadual do Paraná. “Os acusados foram presos, mas já estão soltos”, lembrou o deputado, “enquanto que o premiado jornalista continua afastado com sua vida ameaçada. A quem interessava calar este jornalista”?


 

Requião Filho se solidarizou com a situação vivida pelo profissional e cobrou respostas das autoridades a respeito do andamento das investigações sobre o escândalo. “O governador poderia exigir do Secretário de Segurança Pública, no mínimo, uma resposta para toda sociedade paranaense, e com isto demonstrar imparcialidade sobre o assunto. Mas o estado está silente. As investigações abafadas. Até quando este jornalista continuará ameaçado de morte e terá cerceado seu direito de ir e vir”, questionou o deputado.

 

“Pregamos a liberdade de imprensa, defendemos a atuação dos jornalistas, criticam duramente quando criamos formas de conceder um direito de resposta ao contraditório, mas se calam todos quando um jornalista é ameaçado de morte, por ter desvendado um esquema de corrupção intimamente ligado ao senhor governador. É preciso dar uma resposta a toda população”.