AGORA É A HORA DO PMDB AUTÊNTICO, DIZ DEPUTADO ANIBELLI NETO

anibelli2

O deputado estadual Anibelli Neto, primeiro vice-presidente da Executiva estadual do PMDB-PR e vice-líder da bancada do partido na Assembleia Legislativa, afirma que este é o momento certo para que a legenda se posicione claramente para a população paranaense. “Com a nova Executiva Estadual, que assumiu no início do mês, nós esperamos que os deputados estaduais, os federais, as nossa lideranças, prefeitos e vereadores, assumam o papel de oposição a este governo que está aí. O PMDB do Paraná deve ser oposição ao governo Beto Richa”, diz Anibelli.

 

“Esse governador é uma decepção. É uma atrás da outra. São muitos equívocos não só de política, mas também de gestão”, critica o deputado. Segundo ele, desde o início deste mandato são inúmeros os erros, a começarem pela desastrada ação contra os professores e todas as outras decorrentes dos ajustes de arrocho impostos.

 

OPOSIÇÃO CONSTRUTIVA

Anibelli explica que a atuação do PMDB deve ser oposição, mas que isso não significa ser do contra só por ser do contra. “Nossa oposição é construtiva. Nossa oposição critica, promove o debate e aponta soluções. Nosso trabalho é em favor do Paraná e dos paranaenses. E é assim, diz ele, que a bancada tem agido em todos os temas aos quais a Assembleia tem que se posicionar com relação ao governo estadual. “E vamos continuar a fiscalizar e a cobrar sem tréguas”, diz.

 

O deputado diz que o partido deve retomar as bandeiras históricas e a forma de fazer política autêntica daquele PMDB que mudou o Brasil, da Constituição de 88, das Diretas Já. “O PMDB deve voltar às suas origens de partido popular. Estar ao lado do povo e continuar a luta para construir um Brasil cada vez melhor. Temos que honrar o nosso ideário. ”

 

PREPARAÇÃO ÀS ELEIÇÕES

“Estamos num bom momento no partido com a renovação da direção. E essa nova executiva vai conduzir o partido no caminho da boa política. Com fortalecimento da democracia partidária”, diz. Segundo ele, isso já é o início da preparação para as eleições da sucessão a este governo. “Ao fortalecer o partido agora nós nos preparamos para as eleições de 2018. Quando teremos candidatura própria e um candidato forte na disputa”

 

Mas ele explica que as eleições municipais de 2016 serão fundamentais para o sucesso deste projeto. “A construção do PMDB de 2018 começa agora e passa pelas eleições municipais. Devemos ter candidaturas nos pequenos, médios e nos grandes municípios, sempre respeitando as características de cada um deles”, explica. “Com a liderança do senador Requião, com a participação dos deputados, das lideranças e dos militantes vamos obter sucesso na nossa empreitada”.